1b

Bolivia TRINIDAD catalunia Angola portorico dominica Chile México India Israel malasia noruega Australia Mozambique colombia Equador Camboya Bulgaria Romenia Costa Guatemala Polonia Lanka Suiza Vietnam Panama Finlandia Belgica Tailandia Bhutan San Domingo Peru

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Asteroide destruirá a Terra nesta quinta-feira? Não é bem assim

Notícias de que um asteroide colidiria com a Terra no dia 16 de fevereiro e causaria o fim do planeta foram desmentidas pela Sociedade Astronômica Brasileira nesta terça-feira (14). Em nota, a SAB afirma que "não há fundamento científico para a notícia sobre o fim do mundo em 16 de fevereiro devido à colisão do asteroide 2016 WF9 com a Terra".

Segundo os astrônomos brasileiros, o asteroide (que pode ser até um cometa escuro e sem cauda) foi descoberto em novembro do ano passado.

Ele tem diâmetro estimado entre 0,5 e 1,0 km, completa uma volta em torno do Sol a cada 1780 dias ou 4,8 anos e passará em seu ponto mais próximo à Terra no dia 25 de fevereiro, a cerca de 51 milhões de km, o que equivale a um terço da distância entre a Terra e o Sol.

Informações atualizadas por segundo sobre o asteroide e a projeção da órbita do asteroide em 3D estão disponíveis neste link.

Como o boato surgiu
O tabloide inglês Daily Mail publicou no fim de janeiro uma entrevista com um suposto astrônomo russo chamado Dyomin Damir Zakharovich. Ele disse que o asteroide provocaria tsunamis e poderia extinguir a vida na Terra. Zakharovich contesta as informações da NASA, a agência espacial norte-americana, sobre o tamanho e a rota do asteroide.

65 asteroides passarão perto da Terra
Em 2017, são previstas mais de 65 aproximações com asteroides -- nenhuma oferece riscos à Terra.

No dia 12 de outubro, um objeto com 19 metros de diâmetro chegará mais perto: 38.400 quilômetros da superfície do planeta. O valor equivale a um décimo da distância entre o nosso planeta e a Lua. Mesmo assim, não há risco de colisão.

Antes deste, em 23 de setembro, outro objeto, de 11 metros de diâmetro, se deslocará próximo à Terra, a uma distância de cerca de 153 mil quilômetros. Até o momento, são os dois únicos identificados que estarão numa distância inferior aquela que existe entre a Terra e a Lua.
Mais um post by: UFOS ONLINE

                                       Veja o Vídeo Abaixo:

                                        Fonte:divulgação top

Nenhum comentário:

Postar um comentário